quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Be Happy!


Estes últimos dias têm sido abafados...
Tinha tantos planos para estas férias escolares, tanta certeza nos passeios que iamos fazer, tenho saudades de sair, de caminhar com o vento.

Fiz coisas para nós, ilustrações para o quarto da Beatriz e uma capa de cadernos para mim, finalmente tenho uma capa para os meus cadernos grandes!
Tenho aproveitado o tempo para arrumar, abrir janelas, limpar emoções e ouvir música saudosa.
Gosto desta altura do ano, esperar o ano novo cheia de esperança... sem listas por cumprir, apenas o desejo de ser feliz e partilhar a minha felicidade com a familia e amigos, estar mais presente, ter mais paciência e aproveitar a vida.

Esperar o ano novo...
Os sonhos crescem e eu desejo a todos um feliz ano novo, sejam sempre muito felizes!



Obrigado por estarem desse lado, por fazerem parte do meu dia, o blog fez um ano esta semana.
Abraço*


quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Feliz Natal!


Desejo-vos um Natal cheio... cheio de amor, cheio de amizade, cheio de vida, cheio de sonhos...
Desejo-vos um Natal sem mágoas, sem dores, sem ausências...
Desejo-vos toda a felicidade e desejo-vos tempo para a apreciarem, para olharem para o lado, para sentirem o coração, para sorrirem... para serem verdadeiros...

Um abraço!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Último pedido

Eu estou bem.

Obrigada por gostarem dos meus trabalhos, por se preocuparem comigo, obrigada por me inspirarem, pela força para continuar a trabalhar. Obrigada por me compreenderem.

Gosto de libertade, de poder escolher e seguir a minha vontade, o último pedido deste ano foi especial, uma capa de caderno para uma menina que cresce e faz brilhar os olhos da tia.
Fiz como se fosse para mim. Espero que esta menina goste tanto como eu e a use muito, a acolha como uma amiga e confidente e a abrace em noites tranquilas.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Apenas mais um dia


Menina, muito menina.
Bonita, doce e inocente

Sonhadora...
de sonhos de voar,
de chegar às estrelas e brilhar,
e adormecer.

Gostas de brincar.
Gostas de viajar, de construir caminhos e destinos.
Gostas do sol, da luz, de flores de todas as cores...

E estás sempre dentro do meu coração.
Feliz aniversário!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Outono


Chegou finalmente...

O ar dança suavemente e sorri
O sol continua a encher de esperança o meu coração

Lá fora,
recordo a minha infância, os tempos de escola, as roupas novas, os casacos de malha, as brincadeiras de rua.

Os ramos de folhas secas lustrosas,
que voam delicadamente pelos ares

Os pés frios na relva fresca.
As mãos quentes que seguram castanhas assadas.

O caminho de regresso a casa,
a lareira acessa, as cortinas abertas iluminam a noite.

O silêncio que escuta atento as minhas histórias
e adormece...

E para quem passa por aqui, tão leve como uma folha que nunca chega a cair... um outono cheio de esperança e vida.

Parabéns Sara!


Se eu soubesse cantar, cantava-te uma canção de embalar...
Não para adormecer o teu coração,
apenas para lhe dar calma e serenidade.

Beijos e abraços nossos.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Setembro

É o meu mês preferido, já sinto a chegada do Outono.
Este ano, Setembro não começou bem, ver partir e ver sofrer quem gostamos e sentir um aperto sem fim, sem porto de abrigo.

Já sentiram vontade de fazer um interválo? eu sinto...

Continuo, a música toca mais alto, as refeições são mais saborosas e a casa está mais cheia, continuo mais devagar e mais calada.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

E vocês o que guardam no coração?



Eu guardo:
Familia e amigos que fazem parte do meu dia-a-dia.
Saudades do passado, de pessoas e momentos que não vou voltar a ter.
O sossego.
A vida, o dia... a esperança que o começo de mais um dia traga momentos felizes...

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Para o amigo Francisco


Muitas felicidades Francisco, desejamos que sejas sempre um menino muito feliz, assim como estavas ontém a festejar o teu dia de anos!
Um abraço do Francisco.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

E o vencedor é...

video

Obrigada a todos pela participação, e preciso da morada do vencedor!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Oferecer


Alegra-me ler os vossos comentários e mensagens no mail, para vos agradecer ofereço um mocho a quem deixar comentário aqui até domingo. Na segunda feira sorteio o nome do feliz contemplado.

Espero que gostem e boa sorte!

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Ser amigo


Tela para o Francisco oferecer ao amigo Pedro. Que sejas sempre um menino muito feliz, cheio de energia, imaginação e muitos sonhos para conquistares!

Amigo, tenho pensado muito no significado desta palavra.
Querer o melhor, toda a força da felicidade, todo o abraço da liberdade e toda a companhia na solidão.

"Ser amigo de alguém é gostar muito dessa pessoa."
"Ter amigos é a melhor coisa do mundo!"

(Estas últimas duas frases são da Beatriz, que está cheia de saudades da melhor amiga)

sexta-feira, 23 de julho de 2010

de Amizade





Felicidades Andrea, que sejas sempre assim e feliz!
Feliz com os sonhos, feliz com a realidade e feliz com as memórias...
Abraço

sábado, 17 de julho de 2010

Das férias

Fomos para Brejão, freguesia de S.Teotónio.
Ficámos no parque de campismo Monte Carvalhal da Rocha, recomendo pelo ambiente calmo e limpo, pela simpatia e vista maravilhosa sobre a praia que lhe dá o nome.

Conhecemos pessoas muito simpáticas.
Sentimos a brisa fresca todos os dias,
o cheiro a eucalipto, a praia...
O céu azul.

A Beatriz andou a cavalo pela primeira vez, o Francisco apaixonou-se pelas ovelhas e cabras.
Ficámos com muita pena de partir, mas agora em casa adormecemos profundamente com histórias na memória e sim havemos de voltar...




segunda-feira, 28 de junho de 2010

Descansar



Esta semana vou andar lentamente
Esquecer o dia-a-dia.

Vou ouvir mais música
Ler, libertar ideias e vontades.
Ver a serenidade dos miudos e aprender com eles.

Não procurar, não encontrar, não resistir.

Estou a ler "O Jogo do Anjo" de Carlos Ruiz Zafón.
Não páro de ouvir "Lights & Darks" de Rita Red Shoes.

Tenho ilustrações novas para emoldurar.
Mas vou andar lentamente...
Para a semana sim, começam as férias e preciso de tudo, quero caminhar, quero descobrir, encontrar.
Quero correr e rir, festejar.

Agora preciso de parar...

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Lá fora...




Lá fora,
As coisas mudam, passam sem ver
Sem sentir o sentimento de esquecer.

E eu esqueço parada.
Com esperança e sonhos,

Cá dentro,
As coisas não passaram
o sentimento cheio não mudou.

Continuo a gostar de ti
A olhar pela janela aberta e vejo o tempo passar...

terça-feira, 15 de junho de 2010

37


Gostava de ser maior, de os envolver mais
Gostava de saber cantar
Gostava de voar, soltar os passos do chão

Gosto do silêncio
Gosto de mãos
Gosto de sentir a frescura da relva
Gosto de brincar...

terça-feira, 25 de maio de 2010

Crescer





Que bom vê-los chegar a casa
Espero as horas todas por este momento, por estes sorrisos.

Escuto-os... atropelam-se em palavras e olhares cumplices.
Perco-me em sonhos e pedidos de companhia ternurentos.

Saudades de quando era criança e estava sempre contente.
Saudades das coisas simples.

Saudades e vontades...
Vontade de me desligar e permanecer.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Feiras

Mais um fim de semana de feiras.
Sábado vou estar presente na feira do jardim Teofilo de Braga, em Campo de Ourique.
Domingo na feira de Artesanato e Marionetas no Convento das Bernardas, para saber mais informações ver aqui:
http://servicoeducativomarioneta.blogspot.com/










No meu coração as palavras são tuas
e deixo-as cair livremente por entre os dedos...

Perdidas por breves instantes, sei que as vais encontrar,
elas estão lá para ti, ao alcance das tuas mãos
e acolhe cada uma nos teus braços, para te abraçarem.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Tanto para vos contar

Maio é o mês do sossego, de encher o coração e conquistar sonhos.




De cheirar a praia e sentir o frio à beira da água, caminhar sem vazio, sem dor, sem pensar... apenas caminhar e respirar mais profundo até sentir a brisa do vento me levar e poisar levemente no ninho.

De passear pelo campo, seguir o voo das borboletas, sentir os odores das flores, despedir-me dos filhos junto ao jasmim, tecer uma coroa de malmequeres e papoilas e esperar pelo teu regresso com calma enquanto canto uma canção de amor.

No jardim florescem açucenas e quem me dera ser uma abelha para entrar dentro delas.
Maio é o mês das delicias, de manter o coração mais aberto que a vista e viver lentamente...

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Tesouros

Senti o calor forte na pele.
Senti saudades de outras feiras da Estrela,
e espero que um dia ainda voltem...

E encontro-vos
de mãos estendidas, sorrisos nos lábios e tesouros para partilhar.
De coração inquieto vos agradeço e abraço.

Senti calma,
o sossego na sombra, o silêncio das árvores
e o brilho dos tesouros para eu espalhar...



sexta-feira, 9 de abril de 2010

Chegou a Primavera

Finalmente... e os dias bons para passear e feirar, este fim de semana vou estar na feira da Estrela.
Tenho novidades, pequenas aguarelas delicadas e emolduradas, espero uma visita vossa.

E desejo-vos um calmo e sereno fim de semana, aproveitem o tempo!



segunda-feira, 5 de abril de 2010

Vamos brincar?



Esta semana andei desanimada e triste. Esperei que alguém se lembrasse de mim, num impulso gritei: estou aqui à tua espera!                                                                                                                             e tudo à volta é silêncio e promessas, desculpas e desculpas sem sentido, sem esforço, sem ritmo porque o silêncio já está de mão dada ao vazio e agora espero que passe, somos pequeninos e existe um tempo para tudo.


E fez tanto sentido reencontrar esta frase no livro Brida, de Paulo Coelho "Mesmo um relógio parado consegue estar certo duas vezes por dia".


Não gosto que se esqueçam de mim...
Não gosto de desculpas sobre a falta de tempo...


E o vento acalmou e virou a página... poque somos pequeninos...

domingo, 28 de março de 2010

Caminhar


Fomos ouvir o mar e respirar fundo.
Caminhar devagar à procura de tesouros e silêncios guardados.

E encontrámos...

quarta-feira, 24 de março de 2010

Sempre



Caminho em silêncio,
oiço apenas o coração que me guia.
Caminho sózinha ausente,
cheia de palavras à espera de serem ouvidas...

E invento os momentos, os brilhos, os abraços.
E adormeço profundamente em silêncio.

Um dia hei-de lá chegar... ao porto,
e perder-me contigo.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Francisco

Antes de nos encontrarmos, já estávamos lado a lado perto de um abraço...

És sonhador, sorridente e inteligente.
Sempre irrequieto à procura de saber tudo.

Mãos cheias de carinho, amor e companhia.

Estás crescido demais, sabes o que queres com determinação e teimosia, deixas-me sempre curiosa e sem vontade de afastar os meus olhos de ti, os meus braços de te embalar...

Quero-te sempre assim: feliz!

sábado, 6 de março de 2010

À espera

À espera de mim, encontrei-as ao relento, indiferentes ao frio num dia cinzento.
Continuam à espera... já as fui fitar muitas vezes e imagino-as cheias de vida na sala, com tecidos alegres de cores fortes e perfeitas.

À espera, mas não esquecidas.



sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Dias frios

Não saí a semana inteira, esqueci-me das horas a olhar pela janela.
As flores nascem adormecidas em silencio, sem luz.
Sinto falta do brilho que me guia,
dos sons que teimam em cessar.

Olho pela janela novamente
tudo quieto à espera da Primavera esquecida...

E eu quieta.
Oiço a chuva lá fora,
e cá dentro...

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Acreditar

Estás ao alcance das minhas mãos... quero-te suave e livre onde estiveres para mim.


Chamo por ti, espero cheia de esperança e amor de juventude...
Procuro por ti com a certeza de te encontrar de braços abertos, abraços apertados.


E amo-te...

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Sentir os cheiros

Café - forte, desejo de companhia... fecho os olhos e sinto-me bem.

Jacintos - doce, essências inocentes de partilha, deixar a porta aberta e permanecer.

Praia - fresco nos pulmões, sinto o silêncio da areia onde tudo acalma e há esperança.

Madeira encerada - conforto, sinto, respiro e espero um abraço demorado.

Cama lavada - brisas de sonho, vontade de estender os braços, abrir as mãos, beijar e sorrir.

Tarte de pera com canela - envolvente, desejo de sorrir, comer e partilha constante.

da Vida! um cheiro que não se exprime, mas se sente cheio, a transbordar de vontades e acreditar...


Convido-vos a sentir e a partilhar um vosso cheiro, obrigado.

domingo, 31 de janeiro de 2010

Olhares

Quando as palavras não são suficientes para expressar as sensações que passam pelo coração, olho-vos comovida, lentamente como se não quizesse ver mais nada, por longos instantes mais nada vale a pena e continuo a respirar, a sonhar que estou perto de sair do meu sonho... onde tudo é perfeito.

Gosto de passar pelas coisas e sentir que me perco de mãos dadas contigo, a correr até chegar ao fim da rua e depois parar, olhar e sentir a vossa alegria.


domingo, 17 de janeiro de 2010

O verde

Sempre a cor preferida, de dia com a luz do sol brilha e enche o meu coração.
A cor da natureza, da verdade, da liberdade, dos mapas e do destino, das viagens pelo campo, da aventura e do sossego...
A amizade também brilha de verde, de verdades e saudades, de continuar sempre ao lado mesmo quando nos sentimos melhor sózinhos.

Hoje apetece-me perder no caminho, dormir junto às árvores numa manta de heras e sonhar até despertar amanhã de manhã, bem cedo, no jardim e encontrar o portão aberto do destino.






sábado, 9 de janeiro de 2010

Lado a lado


É tudo tão fácil assim, juntos lado a lado.
Agarro as vossas mãos para vos sentir mais perto
e ficamos assim docemente unidos
à espera que o tempo não aconteça,
porque o melhor era não haver o tempo...

E continuamos.
Percorremos o mesmo caminho, o meu caminho.

Devagar
Lentamente,
dou por mim à procura de abrir as mãos,
soltar os dedos, acenar o amor e sorrir...

Lado a lado
não precisamos de percorrer o mesmo caminho lá fora...

E doi tanto abrir as mãos.

sábado, 2 de janeiro de 2010

Presentear





Estou cansada mas feliz e vou presentear quem me acarinha, quem me enche o coração de pequenas esperanças, as quais eu nunca poderei esquecer...

Fiz presentes.
E cada presente segue de mão dada a um abraço!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Chegou...

... a manhã mais demorada e ensonada deste Inverno abafado pela frescura da chuva.
Olho a minha rua, o céu ainda cheira a fumo e a manhã entra lentamente na minha vida, trás consigo a saudade de ir visitar os meus pais, de ouvir o canto dos pássaros e sentir a simplicidade da vida lá... a minha outra rua.